domingo, 13 de maio de 2007

Cinco segundos para a eternidade


O susto:
quando não mais senti o degrau de madeira sob meus pés;
O som:
do baque do meu corpo se chocando contra o chão;
A esperança:
de parar de cair antes de me chocar contra a parede;
A dor:
ao ver e sentir os cortes, arranhões e hematomas...;
A prece:
“Deus, que não seja pior do que parece”.
O alívio:
não havia anjo, nem luz azulada para me guiar;
A realidade:
apenas eu, e meu corpo ferido, a observar a escada;
O pensamento:
“Eu poderia ter morrido... ”.
O tempo:
durou menos que cinco segundos...
A certeza:
de que lembrarei daquela queda por muito, muito tempo.

Nicole Rodrigues

Um comentário:

Herbert Longoni disse...

Quando foi essa queda Nic?? Um mergulho para a morte!?! Ainda bem que o maior resultado dela foi mais um texto! =)
kisses!