domingo, 30 de setembro de 2007

O mais simples dos discursos


Você disse que me amava.
Saiu como um sussurro,
como um rato no monturo,
mas ouvi cada sílaba,
cada som, cada palavra.

Você disse que me amava
no mais impetuoso dos impulsos.

Um “eu te amo” abafado
- o mais simples dos discursos -
em meio a um “bip” e um “triiiim”.
Você disse que me amava
quando eu menos esperava,
com tua voz já embargada,
logo após ter recebido
a carta escrita por mim.


Nicole Rodrigues

Um comentário:

juninho13 disse...

ola nicole, vim ate aqui atraves da lasanha, tbm divido espaço com vc por ali, acabei de ler a carta de redençao e achei foda mesmo, como muitas outras escritas que vi por aqui... quero tbm convida-la a conhecer e participar dos nossos trabalhos que estao sendo iniciados por aqui, se puder visitar nossa pagina, mandar uma sugestao, uma ideia, uma vibe... toda forma de aprendizado eh bem vinda... desde ja agradeço a atenção que sei que dará, rsrs... um grande abraço... do XIII