quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Seda e bordado


Entre sonhos e desejos
Más presságios, pesadelos
Entre abrigos, realejos...
Você.

Sob fios ruivos
Num embrulho prateado
Entre camadas de seda e bordado...
Você.

Sobre certeza e lonjura
Eu pouco sei dizer, mas seria loucura
Desejar outro embrulho que não fosse
Você.


Nicole Rodrigues

Um comentário:

Isaias Zuza Jr disse...

"...Um baile dilatado de sentidos:
corre o pano e a seda brilha
cena muda, pouca luz e cresce em gritos
uma dança até o fim, gesto até o fundo..."

Gostei muito de seus poemas. Parabéns e um abraço.