sábado, 26 de julho de 2008

Vinte e cinco



A sombra dos vinte e quatro passou reto.
Não volta mais nem por milagre,
nem por súplica, nem por decreto.

Nicole Rodrigues

Um comentário:

Nathy disse...

Esse post me fez resgatar este texto sobre fazer 30....

"Durante 30 dias Magnólia não ouvia de Sofia outras falas senão frases típicas de quem está entrando na melhor fase da vida, mas ainda não se deu conta: FAZER 30 ANOS.

- 30! 30 anos, Mag! Você faz idéia disso?

-Estou arasada! Estou velha! Preciso dar um rumo na minha vida.

- Todas as minhas primas, amigas e vizinhas estão casadas! E com filhos! Eu nem namorado tenho.

Enfim, havia um estoque inesgotável de frases impactuosas e cheias de auto-cobranças e cobranças impostas pela sociedade mais formal e tradicionalista que ainda estava na página 25 do clássico : A mulher de 30 anos" ( Diga-se de passagem um saco, enfadonho e totalmente demodê)

A cada vez que Sofia soltava, com dor, uma dessas frases, Mag caia na risada. Fato que deixava a amiga furiosa.

- Novembro vai chegar, viu?

Mag começou a achar que ela não fazia parte da estastísticas da famosa crise dos 30.

Ao contário, ela achava o máximo dizer: 30 anos! Ainda que ainda faltavam algumas luas para isso.

Tentou de todas as formas convencer a mais nova balzaca de que ser uma Júlia da vida não eram tão dolorido assim.

- Pensa! Para, respira, conta até 10 em mandarim e analisa a situação.

Sofia mantinha uma expressão de desanimo.

- Com 30 você é muuuuuito mais mulher!

- Sabe extamente o que deseja, o que quer da vida, quem quer colocar em seus planos.

- Tem muuuuito mais massa encefálica que a gostosinha da filha da vizinha que vive mascando chiclete e só sabe responder: "Sei lá, meu. Não. Verdade. Quem é esse tal de Balzaqui? "

Sua intimidade corporal e sexual está no mais alto grau de perfeição. Tem total consciência do que lhe dá prazer, que está de bem com seu corpo, ainda que ele não seja um exemplo da genética e tenha estrias e celulites. A natureza é implacável.

- Tem coragem e peito para jogar tudo para o alto e recomeçar a vida fazendo aquilo que gosta e lhe dá prazer, sem se incomodar com as observações alheias e nem imposições sociais.

- Aos 30 você já tem sua personalidade, seu estilo e sua marca carimbada no mundo. Não precisa mais fazer caras, bocas e poses para ser amigo de alguém ou conseguir um marido-namorado.

- Tem total conhecimento do que é um casamento e ter filhos e que pode fazer a opção que julgar necessária e ideal para você. Não para os outros.,

- Pode escolher entre ser a senhora "Machado de Alcantara Oliveira" ou simplesmente " Sofia"

Sofia continuava com cara de quem havia perdido no bingo!

Mag manteve-se em silêncio por alguns minutos e gritou:

- Júliaa!

A amiga deu um pulo do sofá, lançando um olhar de quem pergunta: Você ficou louca!"

- Júlia! Você deveria se chamar Júlia e não Sofia.

- Júlia de Balzac, confusa. Sofia de filosofia, de pensar, de refletir, de buscar respostas......

- Você é uma... insensível ! Bradou Sofia, pegando a bolsa e saindo da sala batendo os pés fortemente contra o chão.

Antes que ela deixasse a sala, Mag, gritou:

- A vida começa aos 40, baby !!!! Balzac já está no tumulo há séculos. BARGH!

Sofia bateu a porta.

( 28 Agosto de 2007)"

ahuahauhuahauhauhau...