quarta-feira, 17 de março de 2010

Útero vazio



Sou um útero vazio repleto de poesia. Se sou Virgínia, Simone, Clarisse, Adelia, Cecília ou Cora Coralina, eu sinceramente não sei. Só sei que sigo grávida de mim mesma e insisto em transbordar em versos.

Nicole Rodrigues