quarta-feira, 7 de abril de 2010

Pulse


Depois de meses anêmicos voltei a pulsar
− um poema atrás do outro! Voltei a respirar
em rimas, ritmos e risos.


Nicole Rodrigues

3 comentários:

Vinicius disse...

Isso é ótimo! Lhe peço uma coisa: "volte a respirar no nosso laço. Pois é ruim ficar sem ti."

Abraço.

Farley Rocha disse...

Já sentia falta das doses diárias de sua poesia.
Um brinde a ti, poeta.
Abraço.

Nicole Rodrigues disse...

Viníííícius,

Sei que pode parecer que respiro pouco no nosso laço, mas, acredite, sempre que tenho tempo e que saio do meu casulo é pra você que eu escrevo e é você quem eu leio com muita satisfação.

xxx

Farley, querido poeta das montanhas do leste,

farei o possível para encher o seu copo com uma dose de poesia todos os dias que ela me permitir pulsar.

E saiba que você é mais do que bem-vindo no meu "bar"! (rs).

Tim-tim"

xxxx