sexta-feira, 9 de julho de 2010

Parabólica


Você chora
quando a noite não é tão escura
e longa quanto você desejou.
E você morre quando lhe convém.
Você precisa parar.
 
Você pode me fazer
quase tão feliz
quanto eu.

Eu choro quando o dia não é tão claro
e curto quando eu desejei.
E eu morro ou mato quando me convém.
Eu preciso parar.

Eu preciso parar
de pensar.
Eu preciso parar
de pensar em você.

Eu preciso parar
de pensar que você
pode me fazer
feliz.

Nicole Rodrigues

Nenhum comentário: