sábado, 21 de agosto de 2010

Submersa



Essa noite eu sonhei que estava voando
em um labirinto de montanhas corcundas...

Anjos coloridos sentavam na borda dos precipícios
e me ouviam cantar: “lá-lá-ri-rá”.

E eu fazia charme,
fazia graça,
fazia hora,
como se soubesse,
que iria morrer
no primeiro ponteiro do último dia
que estava pra nascer.

Nicole Rodrigues

2 comentários:

Farley Rocha disse...

Metafísico como uma manhã imaginária...

Nicole Rodrigues disse...

:-))))