sexta-feira, 8 de julho de 2011

Desertora


Eu venho
em forma de abraço
  pedir perdão
por não saber que a minha partida
abriria uma ferida tão profunda em ti.

Eu venho
 dizer que a minha juventude
me impediu de ver que os rastros da minha cavalgada
durariam para sempre em tua memória.

Eu venho
contar que não houve escolha
apenas medo.

Que agora só existe
dor, agonia e culpa.

E que sinto a tua falta
a todo momento.

Nicole Rodrigues

Nenhum comentário: